quarta-feira, janeiro 16, 2008

A Monarquia

Estando eu a fazer a minha "ronda" do costume pelos blogs dos meus links, fui parar ao blog da Lady Bird, e por consequência ao blog do Sr. João Marchante (Eternas Saudades do Futuro - blog presente nos links da Lady Bird).
Ao entrar no blog Eternas Saudades do Futuro "dei de caras" com um link que me levou ao site do regicídio (www.regicidio.org). É um site que todos os portugueses deviam visitar.
Finalmente vejo que não estou sozinha, ao ponto de verificar que muitos são da opinião que isto com "reis" seria melhor.
Mas não é para persuadir as pessoas a serem apoiantes da monarquia que o site foi feito, mas sim para que o dia 1 de Fevereiro de 2008 seja comemorado com todas as honras. Pois faz neste dia 100 anos que El-Rei D.Carlos I e o Príncipe Herdeiro D.Luís Filipe foram assassinados no Terreiro do Paço.
Para ser sincera nos anos anteriores nunca me esqueço do dia 1 de Fevereiro. Pena é os portugueses considerarem-no como um dia igual aos outros. E por isso este ano "queremos" fazer jus a este dia.
Dia 1 lá estarei em principio no Terreiro do Paço (Praça do Comércio) às 17 horas.
Não deixem de visitar o site.

12 comentários:

PT Lyon disse...

Lá no site: "Portugueses, comemorem connosco".

Mas eles vão comemorar o dia 1 de Fevereiro? lolol.

Enfim, eu cá não gosto de réis nem de famílias reais, nem lhes reconheço qq tipo de autoridade.

Persona naturale disse...

Pois eu cá gosto de reis. Muitos deles fizeram o Portugal que é hoje.

E sim, eu vou comemorar!

FNL disse...

Mas o "comemorem connosco" está mal escrito, é uma gralha. Deveria estar "comemorem com Nosco" (que deve ser um espumante saboroso...)
Não, agora a sério... Há razões para comemorar? Há,sobretudo 2: o facto do rei (que, caramba!, era o chefe de estado!) ter sido brutalmente assassinado por esta república assassina; o facto do país estar mal e de a república não conseguir ser remédio.
Pronto, ok, quanto a este último ponto pelo menos desde 1789 que Portugal vai decaíndo - com alguns altos e baixos - mas o que é certo é que a nostalgia monárquica (justamente por o país estar sempre podre) é uma realidade que merece ser comemorada.
Não nos esqueçamos que a monarquia não caiu, foi derrubada (o Estado Novo, por seu turno, caiu de podre. O 25 de Abril foi só uma "encenação", em que ninguém fez nada para evitar o inevitável).

FNL disse...

Quanto a mim, repito algo que já escrevi em tempos no meu cantinho:

«- Não nasci em monarquia, não sei como seria. O que é facto é que, se nos fins da monarquia havia uma discussão sobre o assunto, qual o melhor sistema de governo, hoje não há nada. Se os monárquicos se mexessem mais, talvez tivesse sido "conquistado" e sê-lo também. Mas não. Não há nada. A república está instalada. Não a questiono.»

Não a questiono, justamente porque desde 1789 que Portugal vai decaindo. Se os monárquicos se mexessem mais e aproveitassem para falar do que consideram melhor para o futuro de Portugal. Mas não, nesta altura que poderia servir para reavivar a chama pelo reino, que fazem eles? Três actividades de somenos importância e pouca visibilidade, repetidas, afinal de contas, todos os anos.

Mas a monarquia não é algo que coloque liminarmente de parte.

P.S.: já constas!

SBrito disse...

Vim aqui parar por acaso, através do Eternas saudades do Futuro e do Lady-Bird, mas já que aqui estou digo o que penso.
Não me posso considerar nem monarquico nem republicano, considero que são 2 formas de governo diferentes, mas ambas tem legitimidade, porém de diferente natureza, num caso através da tradição,da história, e no outro através do voto,e ambas têm vantagens e desvantagens, sendo as mais reparo a vantagem de na monarquia a chefia do estado estar entregue a alguem isento, verdadeiramente imparcial, pois os Presidentes, por mais que afirmem que a maioria que os elegeu se dissolve quando tomam posse, nunca acontece verdadeiramente, pois foi sempre uma ou mais forças partidárias que os elegeu, já a desvantagem que se costuma apresentar é os altos custos da manutenção de uma casa real, verdade seja dita, já ouvi que isso não é argumento,pois a presidencia também tem um grande orçamento.
Seja como for, o que me fez comentar foi o facto de existir uma petição on-line que pede que a AR declare o dia do regigidiu dia de luto nacional, e com isso não concordo, vevemos sob uma república, e não se justifica por isso que a república tenha de se pronunciar sobre os martires do anterior sistema de governo, seria o mesmo,irracional, que após uma restauração da monarquia, se continuasse a festejar o 5 de outubro ou coisa que o valha.
Manifestaçoes de pesar, relembrar a data, tudo bem,mas sempre como manifestação da sociedade civil, sem qualquer tipo de oficialização.

Persona naturale disse...

Não sei se é verdade ou não, porque não li,disseram-me, mas foram feitos estudos sobre o que os chefes de Estado gastam e ficou provado que o Presidente da República Portuguesa gasta mais nas suas visitas oficiais do que a Familia Real Espanhola.

Sim, realmente não podemos obrigar a República a comemorar um dia destes (percebo o que quer dizer sbrito), mas penso que não implica nada de mal, devido ao facto de ser a história do nosso país. A própria República comemora os feitos históricos feitos pelos reis de Portugal, esta data não é mais do que comemorar um facto histórico, seja ele bom para os republicanos, seja ele mau para os monárquicos.Só o simples facto de ser um momento da história do nosso país deve ser comemorado, como qualquer outro.

Agradeço a todos os comentários, pois só assim é que este blog "vê" que vale a pena postar.

FNL obrigadinha, já vi lol

Persona naturale disse...

Esqueci-me de dizer que acho (como o sbrito diz) não há necessidade de oficializar o dia como de luto nacional, pois o argumento que o sbrito referiu é de todo válido, pois se se passasse a ser outra vez monarquia não fazia lógica nenhuma comemorar-se o 5 de Outubro de 1910. E como já referi no comentário anterior não podemos obrigar a República Portuguesa a aceitar esta obrigação.

Persona naturale disse...

Por isso comemora-se o dia 1 de Fevereiro normalmente com as razões que cada um tem, mas não acho lógico que seja "decretado" como dia nacional de luto!

PT Lyon disse...

por mim até pode gastar mais do que a família real. Mas "fui" eu que o lá meti!

Pcjrm disse...

eu cá gosto muito de reis e rainhas e, admiro muito a família real espanhola e a dinamarquesa. mas quanto a Portugal voltar a ser uma monarquia... esqueçam. já visitei o site e tá muito intressante. adorei o vídeo sobre a "Rainha Martir".

Shadow disse...

Ja sbs o que eu penso quanto a isso: anarquia!!!!!!!!

Persona naturale disse...

Sim, sim, eu sei lol