terça-feira, junho 12, 2007

Não sou o único

Pensas que eu sou um caso isolado
Não sou o único a olhar o céu
A ver os sonhos partirem
À espera que algo aconteça
A despejar a minha raiva
A viver as emoções
A desejar o que não tive
Agarrado às tentações

E quando as nuvens partirem
O céu azul brilhará
E quando as trevas abrirem
Vais ver, o sol brilhará
Vais ver, o sol brilhará

Não, não sou o único
Não, sou o único a olhar o céu
Não, não sou o único
Não, sou o único a olhar o céu

Pensas que eu sou um caso isolado
Não sou o único a olhar o céu
A ouvir os conselhos dos outros
E sempre a cair nos buracos
A desejar o que não tive
Agarrado ao que não tenho
Não, não sou o único
Não sou o único a olhar o céu

E quando as nuvens partirem
O céu azul ficará
E quando as trevas abrirem
Vais ver, o sol brilhará
Vais ver, o sol brilhará

Não, não sou o único
Não, sou o único a olhar o céu
Não, não sou o único
Não, sou o único a olhar o céu

Letra: Zé Pedro
Música: Xutos & Pontapés

Post Scriptum: Esta música é dedicada a todas as pessoas que pensam que são as únicas que têm problemas. A vida é mesmo assim, tem altos e baixos; hoje corre mal, amanhã corre bem. Por isto nunca se esqueçam que não são os únicos a cair nos buracos e que não são um caso isolado. Sorriam para a vida!

4 comentários:

Joaninha disse...

não sou a única!!!!!!!!!!!!!

Nikas disse...

N somos os unicos a ter problemas, no entanto o pt é mesmo assim, triste p natureza, no entanto tb sonhador. kd tm um problema espera q o mesmo se resolva de forma milagrosa, coisa difícil hoje em dia.

Grande música d Xutos.

OS Xutos estão de luto =(


*****

Persona naturale disse...

É verdade, nem me quis pronunciar sobre isso.Só posso desejar que a Marta descanse em paz.

Beijinhos

Andreia disse...

Vamos sorrir para a vida!! Grandes gargalhadas devemos nós dar mesmo quando nos sentimos isolados dos outros :)

Um grande beijinho!!!